Polycart. 100% Compatível com a facturação automática RFID

RFID  RFID

As etiquetas de identificação por radiofrequência (RFID) estão chamadas a substituir, no futuro próximo a os códigos de barras. A partir desse momento, os caixas e os carrinhos de metal dos supermercados estão destinados a desaparecer, substituídos por carros de plástico e por arcos de leitura por rádio freqüência. Assim, passando através de um arco podemos ter o nosso ticket de compra de supermercado sem ter que depositar um por um, os produtos na esteira do caixa, com conseqüente economia, eficiência e rapidez na hora da compra praticamente eliminando a filas de saída.

O metal dos carrinhos provoca interferência quando lido por um arco-scanner, e reduz a confiabilidade.

O Polycart é 100% compatível com a etiqueta eletrônica RFID scanners e leitores de arcos de faturamento automático. Ele é completamente transparente para os dispositivos de leitura.

AECOC EPC (Asociación Española de Códigos de Comercio), tem uma sala para a aplicação do RFID. Ao mesmo tempo, há um Polycart como o primeiro carro adaptado a este sistema.

A IBM está usando o Polycart nos E.U.A em suas experiências com identificação electrónica.



Polycart 100% Compatível com a facturação automática RFID

Atualmente as etiquetas RFID são usadas para proteger contra o roubo de ítens de maior valor, como roupas, álcool ou eletrônica. A ausência de interferências dos Polycarts com as ondas de rádio facilita a precisão na detecção destes artigos com as etiquetas RFID pelos arcos de segurança das caixas.

As etiquetas de radiofrequência também são usadas para impedir a saída não autorizada dos proprios carrinhos da loja, especialmente em lojas sem estacionamento, nas lojas onde o P100 Urban Shopper é usado como um carrinho auxiliar ou em lojas que têm carrinhos com berço. A etiqueta é escondida dentro de algumas das peças do Polycart de modo que quando passe através dos arcos de segurança da porta estes alertam automaticamente a intenção de levar o carrinho na rua.